Todas as Categorias

Mito ou Verdade? Tudo sobre hidratantes que você precisa saber

Você fica longe dos óleos porque você tem pele oleosa? Quanto mais cheiroso melhor é o hidratante para a pele? Mito ou verdade? Nós da Flora Vie resolvemos tirar algumas dúvidas sobre o assunto, confiram: Creme cheiroso não quer dizer que hidrata Isso é verdade! Importante observar que ativos que eles têm e se estão em uma concentração ativa para fazer um efeito real na pele. Os hidratantes da Flora Vie têm essa funcionalidade ou seja, zelo e preocupação em elaborar fórmulas com extratos ou vitaminas que realmente cuidam da pele. Óleo de banho, quando usar? Muitas pessoas acreditam que ele hidrata a pele e não é bem assim, sua verdadeira função é formar uma camada protetora, que faz com que a água fica retida. Quanto mais hidratada a pele melhor o efeito. A dica é usar em dias intercalados com o hidratante. Hora certa para hidratação? Tem sim! O melhor momento é depois do banho quando os poros estão abertos e possam absorver o produto com maior facilidade. Os produtos Flora Vie não deixam a pele “melecada”, por serem formulados em base creme gel. Não tomar banho com água quente! Péssima escolha, o ideal é água fria ou menos quente possível. A temperatura alta da pele causa o ressecamento da pele. Pele oleosa não precisa de hidratação! Mito! O fato dela ser oleosa não tem nada ver com hidratada. Entenda, pele hidratada está relacionada com água e não óleo. Para esse tipo de pele os produtos recomendados são os com toque seco, não-comedogênicos, ou seja, que não causam acnes. Os produtos Flora Vie são indicados para quem tem pele oleosa. Beber água ajuda? Esse hábito vai garantir que a pele fique bonita e saudável. A quantidade de água ou líquidos que você bebe diariamente pode ter um grande impacto na qualidade da sua pele. Beber 1,5 a 2 litros de água ou líquidos por dia manterá sua pele hidratada. A pele desidratada é apenas causada por maus hábitos de cuidado da pele. Mito! A desidratação da pele é resultado de uma combinação de fatores: genética (pele propensa ao eczema, disfunção da barreira da pele), hábitos (lavagem excessiva e frequente que esgota a camada lipídica da pele), ambiental (clima seco, espaços climatizados).

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *